terça-feira, 16 de outubro de 2012

4

Hoje faz 3 anos que eu disse sim em Las Vegas!

Prepare-se para muita emoção e muita leitura. Esse post será possivelmente o maior que eu escrevei.

***

Eu sempre disse que não queria ter um casamento, digamos, tradicional demais.
Não queria casar na igreja, de salto, com um vestido enorme. Não queria ter uma festa num salão super decorado estilo castelo, lustres do tamanho de uma mesa. Não é que eu não goste, nem que eu não ache bonito. Não é isso. Simplesmente eu não queria.

Sonhava com um casamento na beira da praia, num belo dia de lua cheia, aquele ventinho gostoso do fim da tarde sabe? Uma mesa enorme linda cheia de frutas, tochas de fogo pra todo lado, todo mundo bem a vontade. Um casamento estilo lual. Mal sabia eu que meu casamento iria ser bem diferente do que eu esperava...

***

Há 4 anos atrás eu estava me preparando para fazer intercâmbio nos Estados Unidos, iria ser AuPair (babá) de uma menininha linda chamada Emma, morar na Carolina do Norte e realizar alguns dos meus sonhos de viagens. Estava de partida para a maior aventura da minha vida. 

Dia 24 de março de 2008 parti, passei uma semana em treinamento num hotel em Connecticut, pertinho de Nova Iorque. De cara já conheci a famosa big apple, eu e mais 4 aupairs brasileiras pegamos um trem e fomos sozinhas perambular pela Time Square, enfim havia conquistado a liberdade tão desejada!


Depois de muito treinamento e muito passear, hora de trabalhar. Carolina do Norte aí vou eu!
Olha a pessoa a qual eu iria ser responsável durante um ano.

Vontade de apertar 1 milhão de vezes

Tudo muito lindo, tudo muito bom. Mas nem só de alegrias se vive um intercâmbio. O primeiro mês de adaptação foi muito difícil pra mim. Sentia falta de tudo! Da minha família, da minha cama, das comidas, de ir comprar pão na padaria ah um pãozinho francês. Foi um mês dirigindo e me perdendo naquela cidade estranha, um mês tentando entender as pessoas falarem (sim porque mesmo tendo estudado inglês desde os 12 anos, a experiência lá é completamente diferente). Graças a Deus conheci Livinha, uma carioca que estava tão perdida quanto eu. Fomos apoio uma da outra, até conhecermos um carinha muito legal, o carinha que nos ensinou o lugar de comprar macaxeira e outros produtos do brasil, o carinha que iria me fazer feliz pro resto da minha vida...

Ah deixa eu contar como foi que a gente se conheceu né? Pois bem, naquela época o Orkut tava bombando lembram? E eu que já estava preocupada em ficar forever alone lá, tratei de procurar amigos na internet olha o perigo, achei a comunidade #brasileirosnacarlinadonorte, tinha um forúm lá pra galera se conhecer e tal, e escrevi dizendo que em breve chegaria por lá, iria morar na cidade de Apex. Willia o caçador de aupair me achou, deixou recado no meu orkut achando que eu não iria responder e desde então ficamos mantendo contato pelo msn. No segundo mês que eu estava lá marcamos de nos conhecer, iríamos jogar boliche com um grupo de brasileiros conhecidos dele. Se eu fui? Não. Porque? Meu host não deixou. Disse que ele não poderia vir me buscar em casa, vai que eu não gostasse dele? Ele iria saber onde eu morava e iria ficar me perseguindo loucura com lógica americana. Uns quinze dias depois marcamos de ir ao cinema eu, ele e Livinha, iríamos nos encontrar lá pra não ter perigo. Se ele foi? Não. Não pro cinema, chegou depois que o filme acabou e saímos pra um restaurante/bar pra conversar...
Amizade feita passamos a frequentar o apartamento que ele dividia com o Kleber e o pulguinha, íamos pra lá nos finais de semana. O interesse? Comer feijão, arroz e carne assada! Sim, o primeiro passo da conquista foi pela pança! E pensar que hoje ele tem a maior preguiça de cozinhar...

Estava próximo do feriado 4 de julho, dia da independência dos USA. 
- E aí meninas vão pra onde? 
- Ainda não sabemos. 
- Que tal Myrtle Beach? Uma das praias mais badaladas dos staites? Vai um grupo massa de brasileiros, gente casada, com filhos, vai ser a maior farra! Vamo? Bora?
- Simbora!

Pronto. Desse dia em diante a gente não se desgrudou mais! Willia o carinha legal estava conseguindo o que queria devagarzinho...

Eu, Willia e Livinha em Myrtle Beach

Mas não foi tão fácil como ele achou que seria. Sou difícil rapá! E outra, ainda estava meio homesick, uma saudade danada de casa. Quando vi aquele marzão americano e me dei conta de que não estava nas praias lindas de viver do nordeste, desabei no choro. Eu quero ir pra casaaa! meia hora de drama, passou.
Chegou a noite, fomos pra uma balada, e decidi: 

♪ eu vou beber pra esquecer meus pobrema oê, bebe negão 

Ah Marayza foi nessa hora que o goiano se aproveitou da situação e Zap te atacou não foi?

Bom, ele bem que tentou mas saí da balada um pouco frustrada com aquele tipo de festa estranha e junto com Livinha voltei pro hotel pra dormir.

Oh menina e quando foi que rolou então?

Ah gentem foi no final de semana seguinte aquele! A galera marcou de jogar dominó no apê dos meninos e tomar as brejas que haviam sobrado da viagem. Entre umas e outras nossos olhares se encontraram e bingo! A gente se beijou. No outro dia eu estava com a maior vergonha e fui tratar logo de falar com ele, porque aquilo não iria dar certo, ia estragar nossa amizade né? Foi eu terminando de falar e ele tacou outro beijo.

- Ôh garoto se num tá entendendo não?
- Nem quero!

E após três meses de idas e vindas, após um dia lindo que passamos juntos no parque de diversão que havia chegado na cidade pra comemorar a chegada do outono, no dia 26 de outubro de 2008 mudamos o status do orkut de solteiro pra namorando.

O tempo passou e vivemos muitas coisas boas juntos...


O intercâmbio estava chegando ao fim. Fui conversar com Willia sobre o assunto, o namoro estava ótimo, nós estávamos ótimos, não queria ir embora. Lembro como hoje ele todo sujo e desarrumado trabalhava colocando piso de madeira e eu toda loca feiosa havia acabado de deixar Emma com o host, estávamos ali, num fastfood qualquer falando sobre nosso futuro, quando Willia solta a famosa frase...

- Quer casar comigo

Bem, não foi bem assim, ele só disse que pra gente resolver a situação bastava casar. 
Soltei o berro:

- NÃOOOOO! Como é que você faz o pedido assim? Desse jeito? Estragou tudo sabia? E outra eu nem conheço sua mãe, como que a gente vai casar? 
- E como é que você vai conhecer ela se a gente tá aqui? Tão longe? risos
- É né. 
- Mas e aí, quer casar? ;) piscadinha
- Ai casar é muito sério, sei não. o.Õ cara de oi?

Chego em casa, penso, repenso. Eu acho que quero casar. Mas precisaria de mais tempo de namoro, pra pelo menos conhecer a futura sogra pela webcam e ele conhecer a minha mãe também.
E agora? Quem poderá me defender?
Euuu! A hosta!!! Sim, sim, sim. Minha hosta veio conversar comigo pedindo pra que eu ficasse por mais 6 meses, pois após esse tempo Emma iria para a escola em tempo integral e outra, ela já era super acostumada comigo, eu já sabia toda a sua rotina, não compensava contratar outra aupair né?

Lá fui eu, convencer mainha que queria ficar por mais 6 meses e tal e para ♫ NOOOOOOOSSA ALEGRIA  ela deixou! Com seus interesses pessoais de ir me visitar mais deixou, e era isso que eu realmente queria! Combinamos de noivar quando meus pais fossem me visitar.






Não lembro exatamente a data que eles chegaram, só sei que foi em abril, pois minha mãe festejou seus 51 anos lá. 


Deu pra matar a saudade que eu tava deles só meu irmão que não foi que não dava pra levar esposa e filho e de quebra deu pra Willia pedir minha mão em casamento ao meu pai. Em 6 meses de namoro nós ficamos noivos.  
Claro que a família americana participou.




Noivado rolou. Saudade matou. Diversão não faltou. Família voltou.Desespero chegou. Chorei - passou. :)

Agora era hora de decidir onde e como seria o casório.
E meu sonho de casar na beira da praia? E meu lual? Vai dar pra família vir de novo? Não? Vai algum amigo daqui? vai? legal! Vem algum amigo do Brasil? Vem uma tropa! Bacana dimais! Já sei! Vamos unir o útil  ao agradável? Casamento + lua de mel + praticidade + economia nem tanto. Organizei tudo pela internet e pelo telefone, comprei o vestido e tudo que tinha direito, orei pra papai do céu e pedi pra que tudo desse certo, compramos a passagem e...

Vegas aí vamos nós!











Casamos com direito a despedida de solteiro em grande estilo, fiquei hospedada no Bellagio hotel dos sonhos, minha amigas de infância foram minha madrinhas, enfim, não tive o casamento que sempre sonhei, mas tive um casamento especial, louco, divertido e bem diferente! 

Passado o casório, ainda moramos por mais 6 meses nos USA. Foi um período muito bom. Todo fim de semana tinha farra no nosso apê!




Decidimos voltar para o Brasil devido a queda da economia americana e claro, aqui tava bombando né! Finalmente conheci a sogra e o sogrão. Teve festa com direito a bolo e parabéns, pudim, lombo recheado e tudo mais que você possa imaginar.


E no fim, deu tudo certo. Nossas famílias se deram e se dão super bem. Na volta pra Pernambuco teve a mega recepção no aeroporto, galera em peso me esperando e claro meu sobrinho que eu só conhecia por fotos.


E já faz 2 anos e meio que voltamos pro Brasil.
Hoje estamos completando 3 anos de casados. Bodas de Couro. Agradeço primeiramente a Deus por ter me dado a oportunidade e a coragem de ter ido atrás de viver meu sonho, de tê-lo esticado de um ano para dois, e de quebra ter me dado de presente esse maridão que tanto amo!

Parabéns para nós!






Comentários
4 Comentários

4 comentários:

  1. Ai, que mááááááximo!!!! Adorei tudo, desde o seu trabalho, vcs se conhecendo, decidindo casar quase num susto. kkk E o casamento em Vegas então! Estive lá nas últimas férias, até tinha pensado em fazer uma renovação de votos, mas... fiquei com preguiça. hahahaha
    Eu casei na praia. :) Em Janeiro faço o meu post. rs
    Parabéns pra vcs!!! Ajeitem logo essa casa, que o baby tem q chegar logo. :)
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  2. Que lindoooooo!!!! Mega demais a história de vocês, super legal!
    Eu tive o casamento mega tradicional com tudo que tu não queria *hauhauahuahauhauahu* E tudo escolhido por nós dois, mas esse post só em Maio, qdo completamos 2 anos de casados.
    Parabéns pela história e tudo mais.
    Que venha logo o baby!
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Cheguei há poucos dias no seu blog....e acabo de ler este post....que juro que se pudesse falar um palavrão, falaria que a história de vcs é Ph....... Desculpa, mas tudo sensacional....
    Felicidades para vocês :)

    ResponderExcluir

Vamos conversar comadre? Eu falo daqui e você daí!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...