sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

5

1 mês do Luiz Gustavo

Ontem meu bebê completou 1 mês, ele está a coisa mais fofa!
Já percebemos algumas mudanças no nosso babyzito!

  • Já passou da fralda RN para a P (um pouquinhozinho folgada mas blz);
  • As roupinhas que no início ficavam enormes já estão vestindo melhor, já tem algumas apertadas!!!;
  • Ele já presta um pouco de atenção quando conversamos com ele;
  • Está um Zé tetinha, mamando muitooo e deixando a mamãe aqui bem cansada;
  • É muito esperto, além de levantar a cabeça (isso ele já fazia desde a primeira semana de nascido [juro]), agora está fazendo força nas pernas como quem quer ficar em pé! (essa criaturinha vai andar bem cedo heim?);
  • Já faz umas carinhas como se estivesse sorrindo, muitas vezes quando está dormindo (após as mamadas, será ele sonhando com as tetinhas da mamãe? rsrs).
  • Do nada começa a chorar desesperado e penso logo que é fome, aí ele solta um pumzão e percebo que todo choro era pra fazer cocô.
Dizem que o primeiro mês é o mais difícil, por questão de adaptação, graças a Deus que já passamos dessa fase então! Noto que a cada dia que passa vai ficando mais fácil mesmo... Tem uns dias que são PUNK! Tipo hoje a tarde que o pequeno só queria peito e colo e mal deu um cochilo!

Sei que é trabalhoso, cansativo, mas minha vida nunca esteve tão completa, tão linda, tão doce!
Não me imagino mas sem ele em minha vida, sem acordar e ver aquele rostinho lindo me olhando admirado...

Te amo filhão! Que venham muitos mais meses e anos para eu cuidar de você meu amor!

mamãe e papai orgulhosos

tira o olho que esse cupcake é todo meu tá?






quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

6

RN de recém nascido - NR de nova rotina!

Então que não é novidade para ninguém que a vida pós parto é repleta de novos afazeres... 
São tantos cuidados com o bebê, tanta coisa para aprender e se adaptar... Não esquecendo dos cuidados que a recém mãe também precisa né? Se o parto for cesárea então... haja cuidados!

Os primeiros 15 dias são uma verdadeira loucura! A gente acha que não vai dar conta. 
Graças a Deus pude contar com a ajuda de minha mãe que esteve aqui para cozinhar, lavar, passar. 
O marido também se mostrou um super paizão! Pra quem falava que não pegava em RN, ele me ajuda nas trocas de fralda, coloca o baby para arrotar, ajuda a dar banho, trocar de roupa, até me ajuda a tirar leite das tetinhas! hahaha :)

Mas vamos falar da rotina...

A rotina aqui está bem corrida! Comecei a ficar sozinha em casa, e na parte da manhã preciso aproveitar cada minutinho que ele fica quieto no carrinho.
A hora de acordar é muito relativa, vai depender da noite que tivemos. Na primeira semana o mocinho se mostrou muito bonzinho, dormia de meia noite e só acordava as 5h para mamar, mamava pouco e rápido. Os dias foram passando e os intervalos das mamadas diminuíram para a cada 3h., e agora o mocinho tá um zé tetinha, querendo mamar a cada hora! As vezes dá intervalo de 2h, as vezes de 4h, as vezes de 1h... perguntei a pediatra qual o intervalo que deveria dar e ela disse "o bebê que escolhe". ok, então tá livre demanda na área gente! Na verdade não sei trabalhar as mamadas de outra maneira, como estabelecer horários e regras quando seu filho está lá, berrando e morrendo de fome? Acho que com o tempo ele deve estabelecer um intervalo fixo (eu acho).

A manhã aqui é bem animada! Como não tenho empregada para ajudar (só diarista a cada 15 dias), preciso me virar nos trinta para dar conta de tudo! Dar de mamar, por para arrotar, dar banho, por pra dormir... primeiro cuido dele claro. Depois, quando Zé tetinha dorme, me transformo numa ninja e tento fazer tudo o mais rápido possível! Tomar banho, arrumar o quarto, lavar as roupinhas dele, passar ferro, fazer almoço... As vezes ele acorda e fica quieto no carrinho, as vezes abre um berreiro e aí já sei oque ele quer ->"tetas"... mas as vezes tudo que ele quer é só um colinho... Largo tudo pra ficar com ele claro! Já recebi críticas de que vou deixar ele manhoso, mal acostumado... e que quando ele ficar maiorzinho não vai me deixar fazer nada. BLZ, sei que existe um fundo de verdade nisso, e juro que tento me controlar.. mas sinceramente? ele é só um bebê, passou 9 meses na minha barriga, sentindo meu calor, ouvindo meu coração e minha voz, pra do nada eu ter que deixar meu filho largado no berço ou carrinho o dia todo???? Essa fase passa tão rápido! Em 22 dias já deu pra perceber que meu bebê está maiorzinho e um pouco diferente, e eu não vou aproveitar essa fase? Claro que vou! Acho que tudo é questão de moderação tentar achar um equilíbrio...

A parte da tarde já é bem mais tranquila. Estou notando que é neste horário que ele tem ficado mais tempo acordado. Tem dias que tá um encanto, tem dias que tá um abusinho... Tem dias que a fralda sustenta, tem dias que vasa tudo.... Falando nisso ele já fez xixi, cocô e já peidou na minha mão! E eu achei uma gracinha, morri de rir! hahaha #coisademãe

As noites tem sido um pouco tensas, é a hora que ele se mostra mais faminto!!! Muitas vezes meu marido que me dá comidinha na boca, já que estou dando de mamar [imagina a cena]. As vezes consigo dar de mamar só ocupando um braço MAS na maioria das vezes preciso dos dois braços pois o mocinho tem uma força na cabeça que parece mais menino grande! Ele se estica e se joga para trás de uma vez e começa a chiringar leite pra tudo quanto é lado, dou de mamar com vários paninhos de boca prontos para salvar mamãe e bebê das jorradas de leite!
Geralmente as 22h ele já está dormindo, o coloco no meio da cama [sim cama compartilhada] e aproveito para ir dormir junto. Teve noite do bebezito acordar as 1am e só voltar a dormir as 4am e depois acordar as 6am e ficar acordado a manhã toda [neste dia eu parecia um zumbi do The Walking Dead]. Mas já tiveram noites (como as de hoje) em que ele dormiu as 22h e acordou as 2:50! Veja só que alegria, quase 5h de sono seguidas! Uma maravilha! [engraçado que antes 8h de sono para mim era pouco, agora 5h de sono seguidas me deixam até satisfeita! rsrs]

No mais acho que estamos indo bem, cada dia que passa tudo vai ficando mais fácil e tranquilo, a prática querida que nos leva a "quase" perfeição.

Mais uma vez gastei mais de um dia para escrever um post... Tempo corrido! Mas quero deixar isso aqui bem atualizado sempre! :)

slingando por aí! 



Meu Lhêgo Lhêgo lindo! 









sábado, 30 de novembro de 2013

11

Relato de parto - O parto duplo!

E depois de 8 dias, numa bela tarde de quinta (hj é quinta? que dia é hoje? tô perdida! haha), eis que surge um tempinho para vir contar a vocês o nosso relato de parto!
 ps: comecei a escrever este post quinta, só consegui terminar hoje! #mãedeRN

Segunda (18-11) fomos para a última consulta com a GO. Aquela mesma coisa de sempre, afere a pressão, pergunta como estão as coisas, examina a barriga, escuta o coraçãzinho do baby. Dessa vez aviso a dra. que têm saído mais secreção do que o normal, ela faz um toque e diz que está tudo ok, nada de dilatação, marcamos a cesárea para quarta (20-11), me internaria às 6h.

Terça (19-11) passo o dia em casa. Postei a despedida da barriga e nem imaginava que meu baby nasceria naquele mesmo dia!
18h, espero o marido para jantar e me levar na manicure, e começo a sentir um leve desconforto, uma dorzinha tipo cólica que puxava um pouco para as costas, estranho.
18h30min as dores começam a aumentar e ficar mais perto uma da outra, seria contrações? Não, não, a médica disse que minha barriga ainda estava muito alta e que o bebê não estava encaixado...
19h marido chega e conto das dores, janto nas pressas pois estou atrasada para a manicure!
19h30min fazendo as unhas, conversa vai conversa vem e de repente AIIIII UIIIII AIIIIIIII que dor! Minha manicure arregala os olhos e pergunta se foi a primeira dor que eu senti e digo que não, a manicure manda ligar para a médica, não custa nada né? Digo que ligo assim que ela terminar de pintar minhas unhas. Nessa brincadeira sinto 4 contrações praticamente seguidas e na última, eu já estava de saída do salão, tive que me sentar, segurar na mão do marido, suei frio. Até que minha ficha cai, ESTOU TENDO CONTRAÇÕES!!!
20h Ligo imediatamente para minha médica que estava de plantão numa maternidade pública, e ela pede para que eu vá ao seu encontro para que ela me examine, mas que acha que essas dores são só o baby se encaixando. Começo a me tremer de dor e chorar, marido pisa fundo no acelerador!
20h e alguma coisa (a essa hora do campeonato já não sabia mais olhar as horas!) chego na maternidade, deito na cama, a dra. faz o toque e CARAMBA você está com 7cm!!! Oquê???? Como assim???? Me bate o desespero, afinal não é novidade pra ninguém meu medo de parir. Dra. oque vamos fazer? Ela liga de imediato para o médico de plantão da Unimed para avisar que está encaminhando uma paciente em trabalho de parto. Meu desespero aumenta pois além de saber que iria ter normal, não seria com a GO que escolhi. Ela me explica que infelizmente não pode largar o plantão, não podia abandonar o posto, que nessa maternidade chega mulher parindo a todo instante. Me abraça, pede para que eu fique calma, que tudo vai dar certo. 
Saí de lá chorando e o marido dirigindo louco querendo atropelar todo mundo, me pedindo pra ter calma.
Quase 21h chegamos na Unimed, não consigo sair do carro, um enfermeiro veio me pegar com uma cadeira de rodas, e entro berrando na recepção lotada. Um show! kkk
Me levaram pra uma sala de emergência e me deitaram numa maca, o marido fica do meu lado segurando a minha mão enquanto eu berro, choro, grito pedindo para que me apliquem uma analgesia. O médico de plantão chega, me examina, 8cm. Enfermeiro Igor pegue isso aquilo outro, num sei oq mais lá, me ajuda aqui, e BUMMMMMMM, bolsa estourada, fico toda molhada na maca, o marido arregala os olhos e eu grito ainda mais de dor e peço ajuda ao médico que solta a pérola "minha querida eu não sei nem se tem sala de parto para você, quanto mais anestesista disponível. As salas estão cheias, estamos com muitas cirurgias hoje". Que reconfortante!!! SQN
Nisso passam umas meia hora, me colocam aquela roupinha verde linda, toquinha e tudo mais, e minha mãe chega para ficar comigo, aliás tava todo mundo da família lá!
Me levam para a sala de parto. Na UNIMED CARUARU não te deixam ter acompanhante dentro da sala de parto [ABSURDO] , me colocam naquela bela posição e começam a falar "quando você sentir as dores, faça força como se fosse fazer cocô". Eu não queria fazer cocô, eu não queria estar naquela posição, eu não queria sentir tanta dor, mas ok, já estamos aqui, já estamos toda dilatadinha, vamos lá! 1,2,3 e AHHHHHHHHHH UHHHHHHH respira! AHHHHHHHHHH UHHHHHHH respira! AHHHHHHHHHH UHHHHHHH respira! AHHHHHHHHHH UHHHHHHH respira! Começo a clamar a Deus, peço ajuda ao dr. Minha barriga estava muito alta, toda troncha pro lado esquerdo, muito estranho! As enfermeiras apertavam de um lado, do outro,eu pedia analgesia por favor! E o dr. não posso, você tem que colocar força! Vamos lá! 1,2,3 e AHHHHHHHHHH UHHHHHHH respira! AHHHHHHHHHH UHHHHHHH respira! AHHHHHHHHHH UHHHHHHH respira! AHHHHHHHHHH UHHHHHHH respira! Depois de umas meia hora ouço o médico mandar preparar as coisas para a cesárea, a cabeça do bebê não quer encaixar, não está no lugar certo. Vamos corram, ligeiro! Eu gritava! O médico me pedia o tempo todo para ter calma, mas na verdade quem tinha calma eram as enfermeiras que pareciam que estavam numa loja escolhendo uma bijou, sabe? Olhando todos os detalhes com muita calma. PQP EU TÔ ME FERRANDO AQUI DE DOR VAI LOGO, girtei [no pensamento]. Trouxeram outra maca, eu iria para outra sala. Vamos querida, pule pra essa maca. HÃM? COMO? eu não consigo. A enfermeira fica olhando pra mim. Arrumei forças não sei onde e pulei. Quando chegamos na outra sala, "agora pule para esta outra maca" o_O De novo, arrumei forças num dei onde e pulei. "Sente-se, baixa a cabeça, relaxe as costas. [pim agulhada], deitem ela rápido, rápido, rápido. A partir de então não sinto mais as dores, as pernas, a barriga, ESTRANHO DIMAIS. Colocaram o paninho verde na minha frente e comecei a me treme. "Ai que tremor chato" [um pedido de tipo alguém pode me explicar pq estou tremendo?]. Segunda pérola da noite "Quando não é a dor, é a tremedeira, ninguém tem tudo que quer, nada é 100%". AFY Depois dessa fiquei quietinha, caladinha, s'o perguntei se alguém estava com alguma câmera fotográfica. "Sim estamos". Ufa! tá brigada... Segundos depois as exatas 22h33min ouço o chorinho mais lindo do mundo "uêêê uêêê".


Deus te abençoe meu amor!
Essas foram as primeiras palavras que eu disse para meu filho lindo. Dei um cheirinho, senti o calor do seu corpinho e depois o levaram...
Perguntei se estava tudo bem com ele, disseram que sim e pediram para que eu relaxasse. Acabei tirando um cochilo, me levaram para a sala de observação.
Meia noite e alguma coisa, me levaram para o quarto, a galera já havia ido embora. Lá estavam só meus pais e meu esposo. Logo em seguida o trouxeram para perto de mim. Ali me senti completa, feliz como nunca antes!!! Não consegui dormir nada naquela noite! Só ficava olhando para ele, e pensando na loucura toda da noite. Sofri, chorei, gritei, mas valeu MUITO, MUITÍSSIMO a pena! Meu sonho de ser mãe havia se tornado realidade...


ps2:na saída da maternidade, te entregam "A caderneta de saúde da criança", do ministério da saúde. Nela consta os direitos da criança e dos pais. O primeiro ponto é "a mãe tem direito a um acompanhante de sua escolha no pré-parto, parto e alojamento conjunto". HIPÓCRITAS! Sei que a maternidade está com várias ações na justiça, MAÔE, cadê justiça?
ps3: Não me senti mal tratada em termos físicos, o médico foi muito competente. O que faltou mesmo foi mais carinho, atenção, humanidade! Minha irmã teve bebê há 5 meses na mesma maternidade, a trataram super bem, com carinho, amor. Não sei se por questão de sorte dela e azar meu... =/

No mais, a vida aqui segue linda! Minha recuperação está ótima e meu baby é um anjinho!


Cama  compartilhada para postar, trocar de roupa, amamentar, dormir... mas isso já é papo para outro post!

domingo, 24 de novembro de 2013

12

Luiz Gustavo nasceu!!!

Dia 19 de novembro de 2013, as 22:33 nasceu aquele pelo qual morro de amores!!!!

Luiz Gustavo Claudino Santos veio ao mundo de um parto duplo! Entrei em trabalho de parto, cheguei na maternidade quase parindo, mas o baby não encaixou, nem desceu e PÂNICO! Depois de sofrer todas as dores fizemos a cesárea... Contarei mais detalhes no relato de parto, pois agora estou com o fofíssimo nos braços, meu laptop só tem 13% de bateria e tô sentindo que a fralda de alguém precisa ser trocada!

Apresento-lhes o amado LG, o galego da família!


terça-feira, 19 de novembro de 2013

11

39 semanas - despedida da barriga!

Então gostaria de comunicar a todas que Luiz Gustavo nascerá amanhã de manhã!!!
Ontem fomos na GO e ela disse que está tudo bem, disse que ele está muito grande, e por isso que estou sentindo tantas dores nas costas, quadril, virilha... Ele está querendo encaixar e descer mas não está conseguindo...

Não vejo a hora de ver meu baby! Apesar da ansiedade, até que estou tranquila, o coração está calmo, sereno, feliz... muito feliz!

Hoje estou em casa, terminando de organizar as coisas e me despedindo da barriga. Todos dizem que vou sentir saudades dela, então reservei o dia hoje para me despedir, inclusive das comidas!! Hahaha Minha mãe é daquelas que quando você está de resguardo não pode comer comida requentada, muitos temperos, coisas industrializadas, chocolate, etc... Então hoje caprichei no strogonof, já já vou fazer um belo de um brigadeiro mole pra comer com banana.

Estou muito grata a Deus por esta gravidez ter sido tão boa! Orei bastante para que LG esperasse mais um pouquinho para nascer e assim, eu pudesse ir para o casamento da minha melhor amiga, e num é que este bebezinho cedeu a vontade da mamãe aqui e se comportou super bem? Conseguimos cumprir nosso papel de padrinhos! Olha como estávamos lindos...




E é isso!
Próxima vez que aparecer por aqui será para apresentar o baby dos babies!

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

10

38 semanas - reta final!

Então que chegamos nos finalmente!
E como eu me sinto? Me sinto coisada!


Pontos 3,4 e 5 me definem.
Estes últimos dias estão sendo os mais difíceis da gestação.
Meus pés estão um pouco inchados, minhas pernas doem, sinto falta de ar, tenho fortes caimbras na virilha, não consigo ficar mais de 10 minutos em pé, minhas roupas mal me cabem....

Ontem a noite tive um ataque de nervos e comecei a chorar DESESPERADAMENTE. Com medo de tudo! Medo do parto, medo das contas, medo de ter que depender dos outros, medo do que estar por vir. Meu marido me acalmou bastante, me abraçou, pediu para que eu tivesse um pouco de paciência e agradecer por estar tão bem e já na reta final. Cheguei a dizer pra ele "não aguento mais estar grávida!" onde ele arregalou os olhos e me deu um "mini sermão". Horas depois estávamos rindo juntos... Sério, me sinto uma adolescente mimada com TPM, mas é algo que a gente não consegue controlar... Uma mistura doida de sentimentos, os nervos ficam a flor da pele, me sinto péssima quando estou assim...

Hoje um pouco mais tranquila.
Na quinta passada fizemos a última ultra, o bebê está ótimo, pesando 3kg e medindo 49cm, a placenta está grau I indo para grau II, o que indica que ainda teremos mais uns dias pela frente. Logo mais a tarde tenho consulta com a obstetra e iremos marcar a data do parto. Creio que para a próxima semana. SIM, eu vou marcar cesária. SIM eu tenho medo de parir. Eu poderia estar roubando, matando, mentindo, mas estou aqui enfrentando essa onda toda do parto normal/natural para dizer que escolhi ter cesárea. Não estou dizendo que é a melhor opção, tão pouco sendo contra toda a causa que está tomando parte de todos os blogs. Pelo contrário, acho importante e muito válido que se lute por um parto humanizado. Mas também acho muito chato esse negócio das grávidas que optam por uma cesárea serem vistas como "menos mãe"... é tanto julgamento que havia chegado a conclusão de não falar do assunto com ninguém. Ia deixar rolar e pronto. Mas as pessoas não querem te deixar a vontade pra escolher, ficam perguntando, enchendo teu saco, não se dão por satisfeitas até você fazer a vontade delas. Sabe oque ouvi da minha avó paterna? "se você não tiver este bebê de parto normal, você não vai ser mãe, vai ser cirurgiada". Ora me poupe! E quer saber? Vou marcar a cesárea sim, mas pode ser que meu bebê resolva vir ao mundo antes, pode ser que eu entre em trabalho de parto e quando chegue ao hospital já esteja tão dilatada que acabe tendo um parto normal (como foi o caso da minha irmã há 4 meses atrás). Só quem sabe do nosso futuro é DEUS! E eu que estava me auto martirizando por isto, com medo de vir aqui contar a minha escolha e de ser julgada por isto, hoje não estou mais. Sei o quanto meu bebê é e será amado e cuidado e isto pra mim já basta.

*Desculpem a "brabeza", piti ou mimimi. Falei que hoje eu tava coisada. E não só de fotos bonitas e relatos legais que se faz um blog, um pouco de realidade faz parte...

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

11

33 semanas e...


  • Eu já não durmo mais tão bem! O cansaço em si é grande, mas a ansiedade me deixa a mil por hora, fora as dores que sinto na lombar, quadril, pelves, virilha... Qualquer viradinha que dou tudo começa a estralar (sou a única?). Se estou deitada pro lado direito sinto dor no lado esquerdo e se estou deitada pro lado esquerdo sinto dor do lado direito. Nesse vira vira a noite toda, fora as vezes que levanto para fazer xixi, como faz pra dormir bem? Ah e se deito pra cima as costas doem e me falta o ar... Esta noite dormi sentada! hahaha Nunca achei que iria conseguir tal proeza.
  • A última ultra que fiz vi que o baby está com 45cm 2kilos e 100 gramas. Achei magrinho ou sei lá, sinto ele tão mais pesado que isso! O médico disse que ele está de cabeça pra baixo, os pés do lado direito e as costas do lado esquerdo, não entendi, tá troncho né? Se encaixando ainda? É, deve ser... Sei que sinto umas super pontadas do lado direito da barriga (que chega a ficar toda pontuda), raramente sinto do lado esquerdo.
  • O baby mexe muito!!! E já tem suas horas preferidas para acordar. De manhã acorda junto conosco as 7h, tira uns cochilos, no almoço mexe bastante, a tarde dorme e acorda o tempo inteiro a noite também, as 23h me dá uma fome lokaaa, eu como ele fica quieto, e praticamente quase todos os dias acordo as 4 da madruga pra fazer xixi, beber água e fazer um lanchinho leve pois a fome tá monstra mas a vontade de comer não. Será que esses serão os horários do meu baby aqui fora?
  • Ando com as emoções a flor da pele! Choro por tudo, dou risada por tudo, perco a paciência por tudo! kkkk A LOKA! Vamos por a culpa nos hormônios, afinal eu nunca fui tão bipolar assim!
  • Não consigo passar um dia sequer sem checar as coisinhas dele. Seria isso a síndrome do ninho arrumado? Entro no quarto umas mil vezes ao dia, abro as gavetas, olho as roupas, cheiro os sabonetes... As roupas já estão praticamente todas lavadas, passadas ferro e dentro de um saquinho plástico (daqueles que tem um adesivo na ponta). Mesmo assim ainda faltam algumas coisinhas para lavar, a manta mais pesada, uns lençóis... Mas ando tão sem força pra fazer isso que estou esperando minha mãe chegar de viagem para dar este presente para ela haha (ela se ofereceu pra lavar tudo mas eu na agonia de vida adiantei algumas coisas, sempre o medo do imprevisto). Também comecei a separar as coisas para a minha mala da maternidade, colocando inclusive escova de dentes, pasta de dente, desodorante, tipo tudo mesmo pois sei que caso aconteça alguma urgência e meu marido tiver de pegar tudo, ele vai esquecer de tudo e vai trazer a bolsa vazia.
  • Apesar dos pesares estamos super bem! Me acho uma grávida bem disposta, ainda estou indo trabalhar, dirigindo, cozinhando, lavando prato, só não consigo limpar a casa. Se passo o dia todo no trabalho (caixa da loja), quando chego em casa os pés estão um pouco inchados, mas nada que meia hora com eles pra cima que não melhore. Tomo aquele banho relaxante, quentinho, é uma delícia! Sinto que o baby também gosta, nós dois ficamos bem tranquilos. Aí vem a hora gostosa do dia que é passar o óleo e hidratante, massagear a barriga... Falando em barriga esta está imensa!!! Fiz um ensaio com o marido e a barriga tava aquela coisa linda, e de uns dois dias pra cá ela está uma coisa de tão grande! Fora que apareceram duas estrias fininhas vermelhas no pé da barriga MORRI  . Comprei óleo de rosa mosqueta que me disseram ser muito bom (estava usando o óleo de amêndoas puro e fedido), pra passar puro e em cima da estria mesmo. Vou começar a usar hoje, e veremos se ajuda.
Bom acho que eram esses os pontos que queria contar pra vocês. Agora algumas fotinhas LINDAS do ensaio que fiz com aquela minha amiga que não é profissional MAS É profissional rsrs. (Ainda não peguei todas as fotos, Rafa só me mandou algumas para não morrer de ansiedade)

Com vocês, a família BABY.














domingo, 29 de setembro de 2013

9

Chá de fraldas do Luiz Gustavo

   Assim que descobri que estava grávida, já comecei a imaginar como seria o chá de fraldas do meu bebê.
   Algumas pessoas não gostam de fazer, outras não passam sem, eu faço parte desse segundo time. Não só pelo fato de ganhar presentes (quem é que não gosta?), acho que o chá do bebê é um momento muito lindo, onde você comemora com os seus queridos a chegada do mais novo membro da família.
   Não queria gastar milhões, mas queria fazer algo caprichado e tal. Utilizei um dos salões de festa do condomínio onde moro mesmo. Aluguei a mesa principal e umas toalhas brancas e mãos a obra!
  
  Sobre a decoração fiz muitas pesquisas, encontrei muitas inspirações, algumas ideias próprias, e eis que surgiu o mundo "azul marinho, bege, branco e amarelo" do meu Luiz Gustavo. Nem sempre é fácil encontrar decoração nas cores exatas da festinha, eu mesmo penei no tal azul marinho, improvisei muita coisa no azul tradicional mesmo. Ganhei de presente a arte do convite e do chá (para produzir os adesivos das prendas e tags que usaria em alguma decoração) o resto foi por conta da minha criatividade. Para mimar as convidadas fiz um Home spray bem cheiroso.
  Sobre os comes e bebes foi coisa bem caseira mesmo, encomendei alguns salgados e umas rosquinhas doces, o maridão como típico goiano fez um montão de pão de queijo que eram assados na hora da festa (super caprichado). Ganhei o bolo tipo "bolo de noiva" que já foi servido fatiado, encomendei umas trufas, fiz quase 300 docinhos entre brigadeiros e casadinhos, também fiz cupcakes de chocolate com cobertura de buttercream e ovomaltine, e tinha mais umas balas de coco que eu amo! Tudo bem delicinha.
 
   As fotos foram presente de uma amiga muito querida, a Rafa não é fotógrafa profissional (no sentindo trabalhar com isso porque pra mim ela é), mas tem uma sensibilidade incrível! Captou tudo com muito carinho!
  Amei o resultado, ficou simples porém do jeitinho que eu queria, espero que vocês também gostem! :)













Vovô Jânio e vovó Marilene

Isadora Munique de titia





















quinta-feira, 26 de setembro de 2013

9

31 semanas e um montão de fotos

Pois bem meninas, quem é vivo sempre aparece!
Muito chato esse negócio de a pessoa inventar de ter um blog pra contar tudo da gravidez, e depois que engravida some! Né? Mas como havia explicado, estava bastante ocupada e numa vibe meio "off" (ainda estou um pouco assim...).

Mas hoje vim aqui para tirar o atraso e mostrar um montão de coisas para vocês!

Primeiro quero mostrar minhas artes! Tô bem orgulhosa das coisinhas que fiz pro meu baby, afinal não sou nenhuma profissional, foi meu primeiro trabalho com MDF e feltro e modesta a parte, ficou lindo! As ovelhinhas foram costuradas a mão. Usei o que sobrou do papel de parede para o abajur, potes do kit higiene e porta maternidade.

Porta Maternidade 


Móbile

Lado direito do quarto, mais pra frente temos o espaço da banheira e a janela do quarto 
Lado esquerdo do quarto - berço lindo! :)

Detalhes do Kit berço com as iniciais de Luiz Gustavo

Almofada de amamentar
  Enfim o quarto está praticamente montado e pronto! Estou pensando em colocar uns ninchos na parte de cima da cômoda pra por umas ovelhinhas de pelúcia... Ainda falta montar a banheira... Mas estou bastante satisfeita com o resultado de tudo até então! Não queria um quarto tão infantil, queria algo moderninho, bem homenzinho e sofisticado. Estou in love com esse kit berço! Valeu muitoooo a pena encomendar! Nele vieram também algumas fraldinhas de pano e um kit de lençol.
  Ah ontem comecei a lavar algumas roupinhas dele, organizar as coisas nas gavetas e guarda-roupa... nem acredito! Enfim está chegando a hora!!!

O varal daqui de casa nunca esteve tão lindo! :)

O guarda-roupas fica na parede ao lado da porta de entrada.


  Estão vendo essas fraldas aí? São só uma parte das tantas que ganhei no chá de fraldas! Vou deixar pra contar do chá em outro post, quando receber todas as fotos.
  Meu esposo foi visitar a família em Goiânia mês passado e trouxe um montão de presentes da vovó, da titia, do titio. Ele também aproveitou para fazer umas comprinhas pro LG (sempre me ligava todo empolgado pra contar o que havia comprado, um amor né!).


Presentes que papai trouxe de Goiânia pro LG :)

  Vamos fazer ultrassom semana que vem, já estou morrendo de saudades do meu bebê! Curiosa pra saber seu peso, tamanho, ver seu rostinho... No último exame de sangue que fiz, descobrimos uma leve anemia. Pensa na pessoa que come feijão, beterraba, inhame, e suco de laranja?! hahaha Também estou tomando um suplemento que a médica passou.
  A barrriga está bem grandinha, amanhã vamos fazer umas fotos num parque perto de casa, quero aproveitar que estou disposta, sem estrias e aproveitar que não inchei ainda.
  Ahhhh ninguém me falou que o quadril da pessoa aqui iria estralar! Gente tô eu lá quietinha dormindo, vou mudar de posição e sinto o CRECK! Que susto! Que estranho, e que gostoso! kkk Adoro estralar os dedos (sendo certo ou não), os joelhos, as costas, mas nunca imaginei que sentiria meu quadril estralar.

  Então é isso, semana que vem volto com mais novidades! Beijos em todas!

PS: Nunca mais havia olhado para o contador ao lado, a bonequinha está tão lindinha de barrigão! e quase na reta final! ALEGRIA!!!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...