sexta-feira, 25 de julho de 2014

2

8 meses de Luiz Gustavo

Eis que pulamos o relato do sétimo mês por motivos de: cansaço! sempre este vilão!

  Muita coisa aconteceu desde a última vez que passei por aqui. Entre tantas mudanças e avanços, me encontro num estado de graça, alegria e muito, muito cansaço. 
  Nos dias atuais, ser mãe em tempo integral é um luxo. Digo isto porque sei que muitas mães fariam de tudo pra poder largar o emprego e se dedicar em cuidar exclusivamente do seu bebê.
Eu disse muitas mães, não todas.

  Fato é que essas mães muitas vezes não sabem quão cansativo e exaustivo é ser mãe em tempo integral. Os cuidados com um bebê vão muito além de trocar fraldas e dar comidinha. Tá, eu sei que todo mundo sabe disso, mas o que eu quero dizer é que a rotina de uma mãe/esposa/do lar é interminável! E fora o cansaço físico, também existe o cansaço mental, de ficar muito tempo em casa.

 E porque estou falando tudo isso se o post se trata a respeito dos 8 meses do pequeno? Bem, só pra vocês entenderem o porque do meu cansaço físico/mental, que acabaram influenciando muitas vezes nos acontecimentos gerais do lar doce dar e de tabela do modo como venho cuidando do LG.
não, eu não larguei a cria solta ao relento.

  Mas vamos ao que interessa, nos 8 meses de vida do LG...

  • Senta com muita firmeza, caso comece a pender para cair, já põe a mãozinha na cama/chão para se segurar.
  • Ensaia seus primeiros "passos" para engatinhar, muito fofo ele na posição de cachorrinho, fica se balançando pra frente e pra trás, e quando quer alcançar alguma coisa ou se arrasta, ou se joga de barriga tipo um sapinho.
  • Adoraaa comer! Não tenho mais um pingo de trabalho para dar qualquer refeição que seja. Gosta de todas as frutas, sucos, sopinhas que oferecemos. Se deixar come pau e pedra haha.
  • Já faz todas a refeições, fruta/suco/vitamina 2 vezes ao dia, comida de panela (sem sal) 2 vezes a dia. Mamadas e gagaus ao acordar, para dormir, ou na madrugada.
  • As vezes come da nossa comida. Sempre me esforço ao máximo para fazer a comida dele separada, mas tem dias que não estou em casa, se dou uma fugida para a casa da minha mãe por exemplo, e se tiver uma comidinha fresquinha do dia, um feijãozinho no capricho, ou um peixe no molho com legumes bem delicioso, ele come sim!
  • Já provou bolacha maizena, pão, goiabada. Arte dos avós. Eu digo que não é pra dar, mas eles vão lá e dão. Aiaiai
  • Está começando a estranhar as pessoas e ficando um pouco mais sério, não ri pra qualquer um com tanta facilidade como antes. 
  • Fala "mama" bem certinho. Já falou "bobó" algumas vezes, "baba", "paaa", todos ficam pedindo pra ele chamar vovô,titia, papai. Mas não tem jeito, na hora da fome, do desespero, ou apenas de querer falar por falar, é a "mama" que ele chama. RÁ!
  • Ama de paixão a introdução do desenho dos backyardigans, é só começar a musiquinha que ele já abre seu sorrisão banguela mais lindo desse mundo!
  • Falando em sorriso, ainda não temos nem sinal de dentes por aqui. A babação ainda continua, assim como o fato de tudo que ele pega ir direto para a boca.
  • Começou a dormir no seu quarto faz 3 dias. Ainda não consegui (nem acho que vou) colocá-lo no berço ainda acordado, tenho levantado em torno de 4 vezes a noite para cobri-lo, por a chupeta na boca, trocar a fralda. Mas passo a noite acordando para olhar a babá eletrônica! hahaha
  • Está pesando 8,750 e medindo 69cm. Parou de ganhar tanto peso e está começando a esticar.
  • Nas última vacinas que tomou, não chorou! Um rapazinho!
  • sobre o sono, taí uma coisa que tá bagunçada! No geral ele tira um cochilo em torno das 11h da manhã, outro cochilo no início da tarde (após almoço), no fim da tarde (lá pras 17h), e dorme bem tarde da noite (lá pra 22h). Quando passamos o dia em casa fica mais fácil aplicar uma rotina, ele já é acostumado com o ambiente e pega no sono facinho. Mas como falei aí em cima, a mãe aqui tava entrando em neurose em ficar o tempo todo trancada em casa, e comecei a sair e passar o dia fora, seja na casa da minha irmã, na casa da minha mãe, ou até na loja para trabalhar. Daí que o baby adora sair pra passear, gosta tanto, fica tão empolgado com as novidades, pessoas e lugares diferentes que não dorme. Tira um cochilo de no máximo meia hora e pronto, acorda com todo o gás para explorar os novos ambientes. Resultado, uma mãe aliviada mentalmente porém exausta fisicamente!
Comecei a escrever este post ontem, e hoje Luiz Gustavo engatinhou pela primeira vez! E eu filmei! Pude ver isso! Essa é a grande vantagem de ser mãe em tempo integral, não perdemos nada dessa fase tão linda! O trabalho é grande, mas TUDO compensa!







Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...